Saudação

Pesquisa

Pesquisa personalizada

Translate

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Feito por www.AllBlogTools.com

sábado, 23 de abril de 2011

Casar e trair

     Em um entrevista de Raquel Pacheco (Bruna Sufistinha) a uma revista, ela explica os sinais, de homens e mulheres quando então pulando a cerca.
     O homem não sabe trair e ainda deixa uma "prova do crime". Não consegue disfarçar, pois muda a maneira de agir. Começa a se fechar ou ficar misterioso e ter atitudes melhores para disfaçar, pois,  separam sexo de amor. Ninguém muda do dia para noite. Por isso, quando o companheiro se torna um novo homem, é melhor desconfiar.
    A mulher trai muito melhor. O sentimento de culpa, quando há, é muito maior, mas ela dirbla e se preocupa com os detalhes e evita os sinais. A traição feminina é diferente, às vezes, há o envolvimento emocional, a mulher quer suprir a falta de atenção e de carinho que não recebe do marido. Qundo ela decide trair, e de caso pensado e planeja como fará tudo, se preocupando com os mínimos detalhes. Dificilmente, age por impulso, como os homens.
     Mas, espere, por que se casam?. Não há o conhecimento prévio dos amantes? Se o homem gosta de certas posições sexuais e a mulher não, já se deveria saber?
     O fato é que antes do casamento, ambos simulam, engodam, enganam, fazem o colorido do pavão para engabelar. Depois a penas caiem. O que resta? Buscar lá fora o que não encontram em casa.
     Entendo que, se tratando de ser humano, nada é estável. Vivemos mudando! E o casamento? Só mais uma ferramenta pra colocar ordem nas coisas.
Postado por : Valdemir Ribeiro (Valdo)

Um comentário:

Adalberto Albuquerque disse...

Bem, eu concordo que todos têm o direito de se defender e que em muitas situações, somente o que lhes resta é usar da violência como o último recurso.

Postar um comentário