Saudação

Pesquisa

Pesquisa personalizada

Translate

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Feito por www.AllBlogTools.com

sábado, 23 de abril de 2011

Bullying (Bulindo com quem não deve)

     Aos nove ou dez anos, estudava numa escola próximo a minha casa. Transcorria tudo bem até começar a ser importunado por um, colega não, maldito maior e mais velho. Todo dia era a mesma coisa; lápis na cabeça, chute na carteira, escondia os livros, jogava papel com saliva.
   Alguns colegas  não podiam fazer nada , e outros riam ,afinal o agressor era o maior da turma. Os professores, bem, naquela época não se falava sobre o termo em inglês, o que dirá preparo para - ainda hoje acontece - interceder e fazer algum coisa. Não ponho culpa neles.     Mas, já estava cansado e tinha que fazer algo. Lembro apenas que na recreação, surgiu a oportunidade, um pedra na mão e uma certeira na cabeça. Pronto, sangue para todo lado. Não digo que as vítimas de hoje recorram a violência, claro que não; há outras formas de resolver, mas eu era criança e foi uma forma de resolver de imediato; o problema.
     Para minha surpresa, depois do ocorrido, fui taxado de mal criado danado. Cercado pelos professoras, perguntavam o porquê de ter feito aquilo.
     Bem, anos depois, percebi que com aquela atitude, o meu agressor passou a pensar duas vezes antes de emplicar com outro colega de sala. Livrar-me dele, e permitir não mexer com outros no futuro, foi alívio em dobro.
     Agora, com os últimos ocorridos, pais, estudandes, escolas e professores procurem de todas as formas evitar esse mal. Evitar antes que o agredido no passado volte, e com força, e armas para se vingar no futuro.
 Postado por : Valdemir Ribeiro  (Valdo)

Um comentário:

Adalberto Albuquerque disse...

Concordo que em muitas situações você se ver sem saída de uma situação em que você procurou por todos os meios evitar de sofrer e ter de agir com força execessiva.

Postar um comentário